Top Post

25 . Jun . 2018

Na agonia

Em: Coluna

Assim como aconteceu no ano passado, o Botafogo começa a esboçar a possibilidade de apenas brigar para não ser rebaixado na Série C. Ainda tem chances de continuar sonhando com a Série B de 2018, mas dentro de campo o elenco ainda não passa aquela confiança total para a torcida. Mesmo com a mudança de técnico, pois saiu Leston Júnior que conversou muito e produziu pouco, e entrou Evaristo Piza que chegou prometendo novos conteúdos para melhorar o rendimento do time, mas até agora nada mudou..

Ainda é muito cedo para avaliar o potencial de Evaristo Piza, mas o tempo é inimigo do Botafogo, que começou bem na Série C e caiu de produção por conta da campanha irregular e cheia de defeitos. O problema é que a disputa pelo G-4 está cada vez mais acirrada e se o time botafoguense perder para o Náutico nesta segunda-feira, corre o risco de cair muito mais na tabela.

O quadro atual é complicado, mas nada que não tenha uma solução. Se o grupo assimilar rapidamente o conteúdo da experiência do técnico Evaristo Piza, o Botafogo pode crescer na Série C. O problema agora é saber que se com as contratações feitas, a qualidade do conjunto vai melhorar. Por enquanto, o cenário é de preocupação.

E toda desconfiança existe sobre o futuro do Botafogo na Série C, porque no ano passado o time chegou à última rodada agonizando e bem pertinho do rebaixamento. Não é isso que a torcida espera em 2018. No entanto, o desempenho da equipe tem mostrado que pouca coisa vai mudar em relação à temporada 2017.

Mais futsal

Na próxima semana a comissão organizadora da edição 2018 da Taça Cidade de João Pessoa de Futsal se reúne, com o objetivo de definir toda a programação. A disputa vai acontecer de 12 a 15 de outubro, com apoio da Federação Paraibana de Futsal.

POSITIVO

Douglas Costa não marcou gol, mas foi decisivo e importante na vitória de 2 x 0 do Brasil sobre a Costa Rica. Com a sua entrada o time brasileiro ganhou velocidade e exigiu mais trabalho da defesa adversária. No final Douglas Costa foi premiado com uma bela jogada e com um passe precioso para Neymar marcar e selar a vitória brasileira. Douglas Costa com certeza tem espaço no time titular de Tite.

NEGATIVO

Apesar dos apelos globais, o torcedor viu a Seleção Brasileira abusar nos erros de ataque e a falta de futebol de Neymar em quase 90 minutos de jogo. O time de Tite mostrou que também precisa de controle emocional, pois caso contrário vai acabar no prejuízo na sequência da competição. Tite e toda a sua comissão técnica vão ter muito trabalho para tornar esse time mais confiável. Falta muito futebol.

Mais apoio

Victor Ferraz não esquece mesmo as origens e sempre que tem uma folga visita o Projeto VF4, que tem suas atividades em João Pessoa. O objetivo é oferecer oportunidades para os garotos que sonham em se tornar jogadores de futebol. Ele também conta com o apoio da Secretaria de Juventude, Esporte e Recreação (Sejer).

No foco 

Na edição 2018 do Prêmio Melhor do Esporte, a comissão organizadora vai reunir craques do handebol paraibano que comemoram 40 anos do título brasileiro. O doutor Heraldo Rocha faz parte dessa geração de ouro.

Grande ação

Além de investir na realização de importantes eventos esportivos, o Major Gentil, que é instrutor-chefe do NPOR do 15 BIMtz, também colabora com ação social em prol da Casa da Criança com Câncer. O projeto do major Gentil está precisando de apoio. Os contatos podem ser feitos pelo telefone 9.8101-1206.

Comente

Últimos Comentários

    Nenhum resultado encontrado.