Top Post

13 . Jun . 2016

Melhor assim

Em: Coluna

Para a decepção não ser maior, foi melhor para o Brasil ter sido eliminado na primeira fase da Copa América. Uma campanha ridícula que mostra a realidade atual do futebol brasileiro, sem comando e com um jogo de interesse que sempre resultado num grande prejuízo dentro de campo.

Contra o Equador o time levou sorte e poderia ter perdido. Mostrou um futebol de péssima qualidade, mas ficou no empate. Contra o Haiti venceu de goleada, mas o adversário não tinha potencial para fazer parte da competição. E contra o Peru jogou melhor, mas sem finalizar. Acabou perdendo.

O problema não é só Dunga e sua comissão técnica. A qualidade ruim começa pela gestão da CBF e se estende para um universo onde os resultados em campo pouco interessam. O pensamento é valorizar jogadores e negociá-los para Europa. O resto não interessa e o torcedor é quem paga caro e sofre com tanta mediocridade.

Agora o elenco de Dunga vai assistir a Copa América em casa. Com certeza vai ter a certeza que saiu porque foi incompetente. Na verdade ninguém respeita mais o Brasil, também no futebol. O quadro é o pior possível e enquanto não houver uma renovação responsável, a partir da gestão da CBF, o futebol brasileiro vai continuar mergulhado nesse mar de lama.