Top Post

09 . Jun . 2018

A vez da galera

Em: Coluna

O Treze está encarando o jogo da volta com o URT com muita responsabilidade. O empate fora de casa foi bom, mas o elenco está consciente de que para seguir lutando pelo por uma vaga na Série C do próximo ano precisa sair de campo com uma vitória na partida que está programada para hoje, a partir das 16h, no estádio Presidente Vargas, em Campina Grande.

Como conhece muito bem o seu terreiro e o estilo de jogo do adversário, o Galo da Borborema tem como administrar bem cada minuto desse jogo decisivo para alcançar uma grande vitória e consolidar a sua classificação para mais uma fase da Série D. Todos no Treze estão encarando a partida como uma decisão e por isso mesmo a diretoria não está deixando faltar nada para o elenco.

O empresário e conselheiro Waldir Lucena está empolgado com a campanha que o Treze faz na Série D do Brasileiro, mas pede o máximo de cautela e empenho para o jogo da volta, pois o adversário também pode empatar jogando fora de casa e levar a partida para os pênaltis. Aí é onde mora o perigo e Waldir espera que o Galo conquiste a vaga para a próxima fase ao longo dos 90 minutos, no Presidente Vargas.

Como teve praticamente uma semana para treinar, o treinador Flávio Araújo caminha em paz aguardando apenas a bola rolar a partir das 16h, no PV. Promete um time ofensivo, mas com muita cautela para evitar qualquer tipo de surpresa, pois sabe que o adversário tem qualidade. A torcida promete fazer a sua parte e unindo forças, o time tem tudo para fazer a torcida feliz neste sábado.

Esportes no CAM

Os professores Oscar Moura e Ulisses Muniz estão  empenhados nas atividades esportivas que estão sendo realizadas no Centro Administrativo Municipal. O ginásio de esportes recebeu melhoramentos e serve para a prática de escolinhas de diversas modalidades.

 POSITIVO

O Treze do conselheiro e empresário Waldir Lucena, também vai decidir a vaga para a próxima fase da Série D, contra o URT, em casa. Mais uma vez espera contar com a força da torcida para avançar na competição. Waldir Lucena também torce para comemorar os 30 anos de Waldir Acessórios com a ascensão do Galo da Borborema para a Série C do próximo ano. O clima é de confiança.

NEGATIVO

Mais uma vez o Botafogo tropeçou em casa e contando com apoio da torcida, que deixou o Almeidão inconformada com o empate diante do Globo-RN em 1 x 1. O time não atendeu as expectativas e mais uma vez ficou esperando pelo talento de Marcos Aurélio, que nada pode fazer em função do fraco rendimento de outros setores. Para quem sonha com a Série B, não pode errar tanto.

No Cabo Branco

Hoje é dia de feijoada no Esporte Clube Cabo Branco. O professor Bruno Leonardo informa que o objetivo é angariar fundos para que a Seleção Paraibana de Futsal possa viajar para representar a Paraíba na Taça Brasil de Futsal Sub-13, que será realizada no Paraná. O evento começa às 12h e os amantes do futsal estão convidados.

No foco

O professor João Augusto, diretor do Colégio Polígono, está vibrando com a performance dos atletas nos Jogos Escolares da Paraíba. No futsal, voleibol e atletismo os resultados são animadores.

No mar

Braçadas Entre Amigos é o evento que será realizado amanhã, com saída da praia do Cabo Branco, às 7h, com destino a Picãozinho. A coordenação é do Major Gentil, que está feliz com o número de inscrições que já foram registradas. Trata-se de mais um evento que reunirá os amantes dos esportes  aquáticos.

03 . Jun . 2018

A vez da galera

Em: Coluna

Sozinho ninguém faz nada. É por isso que o elenco do Botafogo espera contar com a força da torcida,amanhã, contra o Globo-RN, no Almeidão. Antes estava difícil por conta do bloqueio nas estradas e com a partida marcada para o Amigão. Agora que o confronto será em João Pessoa e o time de Leston Júnior briga para se manter no G-4, o torcedor tem mais é que comparecer em massa.

O Globo é o lanterna do Grupo A, mas exige respeito, pois ainda respira e tem chances de melhorar a sua colocação ao término desta rodada com uma vitória em cima do Botafogo, e tropeço de alguns adversários. No futebol tudo é possível e a Série C está apenas na sua oitava rodada. Tem muita coisa para acontecer. Basta lembrar que no ao passado o time paraibano só decidiu a sua permanência na última rodada.

Como só vai jogar amanhã,, fechando a rodada, o Botafogo entrará em campo sabendo direitinho o que deve fazer para quem sabe, pular para a terceira posição. Vai torcer como nunca para o ABC tropeçar em casa contra o Náutico, que ocupa a nona posição na classificação. O quadro é favorável, desde que o time de Leston Júnior mostre competência em campo.

E por falar em competência é bom lembrar que o Botafogo tem a obrigação de vencer, já que joga em casa e terá a força da torcida. Além disso a disputa no G-4 está muito acirrada e qualquer tropeço será fatal. O time de Leston Júnior vai precisar de muita disciplina para atingir suas metas. Tempo para treinar não faltou. Agora só resta praticar um bom futebol e fazer a torcida feliz.

Taça Brasil

O professor Leucio Laerte (Leucinho) não relaxa nos preparativos do time sub-7 do Clube dos Oficiais que vai disputar a Taça Brasil. O elenco é bom, terá reforços e vai para a disputa como forte candidato ao título. Os jogos serão no ginásio do COPM-BM, de 16 a 20 de julho.

+POSITIVO

Na cidade de Itabaiana-PB, o meu amigo Rocha Filho está apostando tudo no Campinense para o primeiro jogo do mata-mata da Série D do Campeonato Brasileiro. O desafio será amanhã, contra o Itabaiana-SE no estádio Etelvino Mendonça, às 17h. Como a Raposa tem um bom retrospecto jogando fora de casa, o elenco viaja confiante na conquista de pelo menos um empate.

-NEGATIVO

Fica cada vez mais difícil de entender a postura do técnico Leston Júnior, que não segurou o volante Djavan que se transferiu para o Boa Esporte para disputar a Série B. É sempre assim: quando alguém vem da base do Botafogo fica quase sem espaço com técnicos de outras praças. Sorte de Djavan, que saiu desse cenário triste para tentar a sorte num centro avançado. Vai atender as expectativas.

Futebol

Folga só no feriado. A  Escolinha de Futebol do Clube dos Oficiais retoma as suas atividades, visando os amistosos programados para o segundo semestre. A diretoria informa que continua recebendo alunos novatos na faixa etária entre 5 e 13 anos. Contatos pelos telefones 9.8802-6121 e 9.9981-5263

NO FOCO

O professor José Hugo Coelho, coordenador geral dos Jogos Escolares da Paraíba, confirmou para hoje na Vila Olímpica Parahyba, no Bairro dos Estados, o início das competições de natação e tênis de mesa, às 8h e luta olímpica, às 10h.

BEACH SOCCER
A Federação Paraibana de Beach Soccer tem novos diretores. A diretoria ficou assim: presidente - Anna Raysa Nunes Bandeira e vice-presidente Daniel Alves Magalhães; Conselho fiscal efetivos - Abelardo Jurema Neto, Marcelo José do Nascimento e Francimar Correia. Suplentes: Ademar Correia, Napoleão Rosas e Paulo Bernardino.

30 . Mai . 2018

Passou

Em: Coluna

Nada de anormal na derrota do Botafogo para o Atlético-AC, fora de casa. Com mais um pouquinho de aplicação tática e sorte o time comandado por Leston Júnior teria retornado para João Pessoa pelo menos com um empate, depois de fazer um primeiro tempo regular e sofrer uma grande pressão na segunda etapa, quando levou um gol no finalzinho.

Mas passou. Agora Leston Júnior tem que aproveitar o tempo disponível para consertar falhas e deixar o time nos eixos para o confronto da próxima segunda-feira, contra o Globo-RN, pois vai precisar vencer para continuar forte no G-4 e na briga por uma vaga na fase seguinte da Série C do Campeonato Brasileiro. Tem que valorizar o tempo sim, já que o Botafogo precisa da reabilitação.

É bom lembrar que o jogo da segunda-feira será no estádio Amigão, em Campina Grande, já que o Botafogo perdeu dois mandos de campo. A distância existe, mas o torcedor pode apoiar, desde que passe essa fase de bloqueio nas estradas. A torcida está motivada, pois aquela vitória contra o Santa Cruz foi muito importante para fazer todo mundo pensar grande. Sendo assim, cabe ao Botafogo não vaciliar.

O Globo ocupa a última posição no Grupo A da Série C do Brasileiro, mas respira sem maiores problemas, pois ainda tem muita coisa para acontecer na competição. Sendo assim, todo cuidado é pouco quando a bola rolar no Amigão. Tem que ter muita disciplina do primeiro ao último minuto, para que o objetivo maior seja alcançado na próxima rodada.

Corrida da Infantaria

A Corrida da Infantaria, que teria largada no último domingo, foi adiada para o dia 17. Como as medalhas e outros materiais foram confecionados fora do Estado, não chegaram a tempo, em função dos bloqueios que estão acontecendo nas estradas. A informção é do Major Gentil.

+POSITIVO

Apesar dos três empates e de ter ficado fora da segunda fase dos Jogos da Fenacef que aconteceram até sábado, em Campo Grande-MS, o presidente da Apcef-PB, Carlos Espínola, considerou positiva a campanha da Paraíba na disputa nacional, na modalidade de futebol soçaite. Na sua opinião, valeu o proccesso de integração com sócios das Apcefs de outros Estados. A delegação retornou confiante.

-NEGATIVO

Não é só o futebol profissional que enfrenta dificuldades não. O interventor da Federação Paraibana de Futebol, Flávio Boson Gambogi, confirmou os adiamentos das categorias sub-15 e sub-19 do Campeonato Paraibano da presente temporada. Se a programação não sofrer nova alteração, as duas competição serão abertas no dia 28 de junho. Até lá, mais tempo para a prepração dos times que estão inscritos.

Eleições no Beach Soccer

A Federação Paraibana de Beach Soccer , promove hoje, eleições para os cargos de presidente, vice-presidente e membros do conselho fiscal. A Assembleia será na sede da Associação dos Cronistas Esportivos da Paraíba (Acep), a partir das 16h. Apenas uma chapa encabeçada por Anna Raysa Nunes Bandeira foi registrada.

NO FOCO

Com competência e planejamento inteligente, a professora Tereza Carmem, coordenadora do Curso de Educação Física da Uninassau João Pessoa, prepara uma série de ações para o segundo semestre. Vem novidades por aí.

Polígono

O futsal feminino do Colégio Polígono Sul está entre os favoritos a conquista do título da etapa João Pessoa dosJogos Escolares da Paraíba, na categoria 12-14 anos. O time comandado pelo professor Maximiano Farias (Manuca) tem mostrado um bom desempenho, para a satisfação do professor João Augusto, diretor do Polígono.

26 . Mai . 2018

No grau

Em: Coluna

Cheio de otimismo. Assim o elenco do Botafogo viajou para encarar o Atlético-AC, numa partida considerada muito difícil, mas que o time comandado por Leston Júnior tem condições de retornar para João Pessoa com um resultado positivo, assim como acontece na última rodada, quando derrotou o Santa Cruz com torcida e tudo, em Recife.

E foi justamente esse importante resultado contra o Santa Cruz que colocou o Botafogo de volta ao G-4 do Grupo A e gerou motivação para o elenco que vinha cabisbaixo após derrota para o Remo em pleno Almeidão e mais vaias da torcida. Mudou tudo e pra melhor, pois o grupo está consciente de que com determinação e competência os resultados acontecem naturalmente.

Como o adversário também faz uma campanha positiva e sonha com a Série B do próximo ano, o Botafogo será cauteloso. Só pretende ir ao ataque na fora certa em cima de muita disciplina. Pelo menos foi isso que ensaiou o técnico Leston Júnior, mesmo treinando sem a presença da imprensa. O caminho é esse mesmo. O Atlético-AC merece cuidados em todos os setores.

Muita calma nessa hora. Como está bem posicionado na tabela da Série C, nada melhor do que administrar bem a maneira de jogar para não perder espaço. O técnico Leston Júnior teve tempo suficiente para trabalhar em com base no que viu o time apresentar contra o Santa Cruz, deverá colocar em prática um esquema de jogo que possa atingir seus principais objetivos na casa de um adversário cheio de vontade e talento.

Corrida da Infantaria
A Corrida da Infantaria, que teria largada no próximo domingo, foi adiada para o dia 17. Como as medalhas e outros materiais foram confecionados fora do Estado não chegarão a tempo, em função dos bloqueios que estão acontecendo nas estradas. A informção é do Major Gentil.

Positivo
Apesar dos três empates e de ter ficado fora da segunda fase dos Jogos da Fenacef que estão acontecendo até hoje, em Campo Grande-MS, o presidente da Apcef-PB, Carlos Espínola, considerou positiva a campanha da Paraíba na disputa nacional, na modalidade de futebol soçaite. Na sua opinião, valeu o proccesso de integração com sócios das Apcefs de outros Estados. A delegação volta amanhã.

Negativo
Não é só o futebol profissional que enfrenta dificuldades não. O interventor da Federação Paraibana de Futebol, Flávio Boson Gambogi, confirmou os adiamentos das categorias sub-15 e sub-19 do Campeonato Paraibano da presente temporada. Se a programação não sofrer nova alteração, as duas competição serão abertas no dia 28 de junho. Até lá, mais tempo para a prepração dos times que estão inscritos.

Escolinha de Futebol
Durante o mês de junho a Escolinha de Futebol do Clube dos Oficiais vai treinar normalmente, nas quintas-feiras e aos sábados. Nas atividades o clima de Copa do Mundo fará a diferença. A diretoria informa que continua recebendo alunos novatos na faixa etária entre 5 e 13 anos. Contatos pelo telefone 9.8802-6121.

No Foco
Com competência e planejamento inteligente, a professora Tereza Carmem, coordenadora do Curso de Educação Física da Uninassau João Pessoa, prepara uma série de ações para o segundo semestre. Vem novidades por aí.

Polígono
O futsal feminino do Colégio Polígono Sul está entre os favoritos a conquista do título da etapa João Pessoa dosJogos Escolares da Paraíba, na categoria 12-14 anos. O time comandado pelo professor Maximiano Farias (Manuca) tem mostrado um bom desempenho, para a satisfação do professor João Augusto, diretor do Polígono.

23 . Mai . 2018

Mais tranquilo

Em: Coluna

O Botafogo está respirando um novo ar. A vitória sobre o Santa Cruz, em Recife, era tudo que o time comandado pelo técnico Leston Júnior precisava para ganhar força e se sentir mais confiante na corrida por uma vaga na Série B. O percurso é difícil, todo mundo sabe, mas não existe nada de impossível quando o trabalho está associado à qualidade e o interesse comum é verdadeiro.

Antes da partida contra o Santa, numa roda de torcedores lá no Picuí Praia, falei que em momentos difíceis o Botafogo quase sempre coloca em prática o seu poder de superação e, como tinha vencido o Bahia em Salvador, na abertura da Copa do Nordeste, também poderia vencer o Santa Cruz, em Recife. Alguns concordaram outros não, mas acertei em cheio, com base na confiança que sempre demonstra o presidente do Conselho Deliberativo, Nelson Lira.

Foi uma vitória mais do que importante. Além de ter voltado ao G-4, o Botafogo ganhou mais confiança para outra parada difícil, sábado, contra o Atlético-AC, na casa do adversário, que é o segundo colocado do Grupo A e se apresenta como a grande surpresa da Série C. O Botafogo pode vencer lá? Claro que sim. Basta mostrar garra, determinação e apresentar um futebol de qualidade.

Melhorou sim, o ambiente no Botafogo. Leston Júnior parece mais tranquilo e sem alarde a diretoria continua concentrando esforços para manter todos os compromissos em dia e motivar cada vez mais o time nessa caminhada rumo a Série B. Se o objetivo maior não for alcançado, pelo menos a presença na Série C de 2019 sem agonia, é de bom tamanho. Tudo no tempo certo.

Luta olímpica

No Lar Fabiano de Cristo, em Bayeux. existe um trabalho muito bom que tem a frente o professor Renato Fonseca e o atleta Alisson Bruno. A modalidade é luta olímpica com importantes resultados em nível nacional. São 21 atletas em atividade precisando de patrocinadores.

Positivo

O técnico do Campinense, Ruy Scarpino, está satisfeito com a campanha do Campinense na Série D do Brasileiro. No jogo de domingo passado a Raposa venceu o lanterna da competição, o Murici, por 1x0, mas não agradou a torcida que esperava mais futebol. É bom lembrar que o Campinense é líder do Grupo A8 com 15 pontos e domingo pega o Fluminense-BA que tem 12 pontos.

Negativo

Quando é que a Paraíba vai ter um político dedicado as causas do esporte? Difícil de acreditar que um dia apareça alguém com essa dedicação por todas as modalidades. Até parece que no segmento esportivo não tem voto. Como não existe aquele interesse significativo pelo esporte, seria bom que técnicos, atletas, professores e dirigentes só votassem nas próximas eleições em quem acredita no esporte.

Voleibol

A seleção paraibana de volei, na categoria masculino sub-19, estreia hoje no Brasileiro da Divisão, contra Minas Gerais, às 18h. A competição acontece em São Sebastião do Paraíso-MG. O elenco comandado pelo professor Jorge Carvalho tem como meta se manter na elite do volei.

NO FOCO

A diretoria da Apcef-PB está presente e apoiando os Jogos dos Aposentados da CEF que estão acontecendo em Campo Grande. O presidente Carlos Espínola lembra que no futebol o time paraibano foi campeão no ano passado e briga pelo bi.

Pese

No Centro de Treinamento Ivan Tomaz, quem trabalha com muito profissionalismo a frente do Programa Esportivo Educacional (Pese) é o professor Magno Cerqueira, ex-craque do Botafogo na década de 80. Conta com o apoio da Prefeitura de João Pessoa, através da Secretaria de Juventude, Esporte e Recreação (Sejer).

19 . Mai . 2018

Complicou

Em: Coluna

Mesmo fora de casa, o Botafogo tem quase que a obrigação de vencer o Santa Cruz, em Recife. Tudo isso porque o time abusou nos erros diante da sua torcida, no Almeidão, quando perdeu para o Remo. Tinha que acontecer tudo em João Pessoa, menos uma derrota dos botafoguenses na Série C do Campeonato Brasileiro. Mas aconteceu para o desespero geral dos torcedores.

Com a derrota para o Remo o Botafogo saiu do G-4 e caiu para a quinta posição na classificação geral do Grupo A. Não está distante dos melhores colocados, mas terá que mostrar futebol de nível para se manter forte na briga pela classifi cação. Não tem outro caminho para o time comandado para o técnico Leston Júnior, que não seja praticar um futebol de qualidade.

O problema que preocupa o Botafogo é saber que o Santa Cruz, adversário de hoje, está com nove pontos e ocupa a terceira posição na classificação do Grupo A. Com certeza pensa em terminar a rodada como líder. Por isso mesmo terá que vencer o Botafogo e torcer por um tropeço do Atlético-AC, que é o primeiro colocado com 12 pontos. Tudo isso torna cada vez mais difícil a caminhada do time de Leston Júnior.

Mas agora veio a lembrança que o Botafogo foi para Salvador enfrentar o Bahia pe la Copa do Nordeste e venceu. Sendo assim, não custa nada a torcida acreditar que o time de Leston Júnior vai jogar bem e voltar para João Pessoa com um resultado positivo. No futebol tudo é possível, desde que a competição seja colocada em primeiro plano. Um resultado adverso em Recife vai complicar ainda mais a vida do Botafogo.

Pelada da imprensa

A coordenação de esportes do Sindicato dos Jornalistas está fechando parcerias para retomar ainda este mês, a tradicional pelada da imprensa. O material esportivo já foi conseguido em parceria com a Sport&Textil e Federação Paraibana de Futsal. Vai ser show de bola.

+POSITIVO

O Botafogo é o único representante da Paraíba com vaga na disputa da Copa do Nordeste do próximo ano. A diretoria ficou satisfeita com às mudanças no regulamento da competição. O time foi representado na última reunião pelo seu diretor executivo, Francisco Sales. Para ele as alterações anunciadas tornam a competição mais atrativa, e valoriza a participação de todos os clubes.

+NEGATIVO

Lembro que nos seus comentários inteligentes e de grande audiência, o saudoso Fernando Heleno sempre pedia seriedade e profissional para o futebol paraibano em todas as dimensões. Eram poucos dirigentes que aprovavam as propostas de Heleno. E como não se levou a sério as coisas sérias, a Paraíba está bem próxima no fundo do poço. Qual a marca que vai patrocinar o futebol no próximo ano?

Futebol de base

A Escolinha de Futebol do Clube dos Ofi ciais da Polícia e Bombeiro Militar está programando uma série de amistosos para o segundo semestre. A  diretoria continua com vagas para sócios e não sócios. Podem participar dos treinos alunos na faixa etária entre 5 e 13 anos. Tem aulas aos sábados e nas quintas-feiras. Contatos 9.8802-6121.

No foco

Geraldo Magela viajou ontem, para Campo Grande-MS, como chefe a delegação da Paraíba que vai disputar os Jogos dos Aposentados da Caixa Econômica Federal. A competição acontece a partir de segunda-feira e termina no sábado.

Futsal

Quem está de volta ao quadro de árbitros do futsal paraibano é Alane Jussara. Foi bem recebida pelo presidente da Federação Paraibana de Futsal, já está trabalhando no Campeonato Paraibano e foi um dos destaques da Copa Paraíba. Alane tem qualidades e com certeza valoriza o nível a arbitragem paraibana.

19 . Mai . 2018

Vacilou geral

Em: Coluna

O Botafogo é assim mesmo. Desde o início da temporada que exibe um futebol irregular, que gera alegria e tristeza de forma alternada para os torcedores mais conscientes. A realidade atual mostra que o Botafogo precisa melhorar e muito na Série C do Campeonato Brasileiro, para evitar aquela dor de cabeça que teve no ano passado na mesma competição.

E contra o Remo o Botafogo tinha a obrigação de fazer o dever de casa, mas não fez. Deu a entender que faria, pois fez um primeiro tempo agradável, mesmo cedendo o empate para o Remo. Mesmo assim o torcedor esperava por algo bem melhor na segunda etapa, mas ficou só na vontade, pois o time de Leston Júnior caiu de produção, abusou nos erros e gerou insatisfação.

E foi na queda de rendimento do Botafogo que o Remo aproveitou para crescer em campo e ampliar o placar para 3x1, para o desespero geral da torcida que vaiou o time de Leston Júnior e com razão, pois a segunda etapa pertenceu ao visitante em função dos erros cometidos pelos botafoguenses. Foi por esse caminho que o Remo conquistou um resultado mais do que importante na sua caminhada rumo a Série B.

O tropeço do Botafogo no Almeidão foi ruim? Foi. Saiu do G-4 com o fechamento da rodada, coisa que a torcida não queria. O time tinha tudo para se fortalecer para o jogo de sábado, contra o Santa Cruz, em Recife, mas acabou perdendo feio para o Remo. Infelizmente o time comandado por Leston Júnior mostra que ainda deixa muito a desejar para quem sonha com a Série B.

Cautela

O presidente do Conselho Deliberativo do Botafogo, Nelson Lira, está atento aos apelos da torcida, mas também tem se reunido com os conselheiros na busca de uma saída para o clube viver dias melhores. Acredita que com a união de todos os segmentos, a paz reinará.

Positivo

Muito bom o nível do gramado do CT Ivan Tomaz, que pertence a Prefeitura Municipal de João Pessoa. Quem coordena a manutenção é Ailton Alves (Brabo), com o aval do secretário interino da Sejer, Rodrigo Trigueiro. O campo está nota dez para a prática de futebol e quem comemora é a garotada do Programa Esportivo Educacional (Pese), que é coordenado pelo professor Magno Cerqueira.

Negativo

E com esse clima de indefinição sobre o futuro da Federação Paraibana de Futebol, fica cada vez mais difícil organizar o Campeonato Paraibano da Segunda Divisão. O maior problema continua sendo a situação dos estádios que foram colocados a disposição para a competição, pois não são todos que atendem as exigências do Estatuto do Torcedor. O quadro é complicado e a solução vai demorar a chegar.

Escolinha de Futebol

O Clube dos Oficiais da Polícia e Bombeiro Militar continua com vagas para sócios e não sócios na escolinha de futebol, com aulas às quintas-feiras, 19h e aos sábados, às 7h. A faixa faixa etária é entre 5 e 13 anos. A estrutura é ótima e o fator segurança também.

No foco 

O professor José Geraldo está trabalhando na edição 2018 dos Jogos das Escolas Estaduais. O objetivo é superar o ano passado, valorizando a prática da educação física nas escolas. Material esportivo não é problema e os professores estão satisfeitos.

Polígono

O diretor do Colégio Polígono, professor João Augusto, está vibrando com os resultados alcançados até agora na etapa João Pessoa dos Jogos Escolares da Paraíba. No atletismo o Polígono ganhou uma medalha de ouro e outra de prata, com a atleta Monyelly Soares. No voleibol masculino o time está invicto na fase inicial.

13 . Mai . 2018

Respeito

Em: Coluna

O técnico Leston Júnior tem razão. Os números do Remo no Campeonato Brasileiro da Série C pouco importam, mas sim as qualidades do elenco e do técnico Givanildo Oliveira, que precisam ser respeitadas, antes, durante e depois da partida de hoje, no Almeidão, que promete ser muito difícil, pois o adversário também precisa do resultado.

O Remo é um adversário de respeito sim. Mesmo na sétima posição na classifi cação geral do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro é um forte candidato ao acesso no próximo ano. É assim que pensa de forma consciente o técnico Leston Júnior, para alertar o seu elenco e a torcida para esse importante compromisso de hoje, quando estará em campo com a obrigação de vencer. Afinal de contas, joga em casa.

E por falar em torcida, o presidente do Conselho Deliberativo do Botafogo, Nelson Lira, convoca mais uma vez a grande nação botafoguense, pois entende que será mais um jogo importante para as pretensões do técnico Leston Júnior, que quer levar o time para a Série B do próximo ano. Sendo assim, cabe a galera lotar o Almeidão e passar mais confiança para o elenco, que precisa vencer para se fortalecer na competição.

Para que o melhor aconteça ao término dos 90 minutos, o Botafogo precisa ser aplicado em campo, principalmente na defesa e no ataque para que o meio campo possa trabalhar com tranquilidade. Essa sintonia precisa acontecer para que a vitória seja construída com naturalidade. Nada de desespero. Quando mais calma e aplicação tática, melhor.

Reencontro

No velório do jornalista e radialista, Ivan Bezerra, reencontrei amigos verdadeiros de longas datas. Entre eles estava o médico, jornalista e radialista, Damásio Sousa, que também foi craque jogando pelo Ibis e pela Acep. Trabalhamos no Jornal O Norte. Me ensinou muito.

+POSITIVO

Ivan Bezerra deixa uma grande lacuna na crônica esportiva da Paraíba. Quando cheguei ao Correio da Paraíba em 1992, foi com Ivan Bezerra que tive ótimas oportunidades na editoria de esportes. O “Velho Bura” como a gente o chamava carinhosamente nas horas de folga da redação, era uma alegria só. O campeão de audiência partiu, mas continuará na memória dos verdadeiros amigos.

-NEGATIVO

O Botafogo pode reclamar de tudo, menos da sequência de jogos na Série C do Campeonato Brasileiro. Agora que está participando apenas de uma competição, tem tempo de sobra para se planejar, render muito mais e atender as expectativas da torcida. Basta que a comissão técnica mostre talento e conhecimento de causa. o torcedor espera mais futebol hoje, no Almeidão, quando terá pela frente o Remo.

NA AABB

O professor Rogério Velinho está animado com o crescimento da AABB de   João Pessoa no segmento esportivo e destaca o empenho do presidente Djair Ferreira e toda a sua diretoria, para que os projetos alcancem os principais resultados. No futsal, o sub-13 da AABB vai muito bem e novas categorias estão surgindo.

NO FOCO

Na Secretaria de Juventude, Esporte e Recreação (Sejer) da Prefeitura de João Pessoa,  o secretário interino, Rodrigo Trigueiro, trabalha com toda a sua equipe planejando eventos para fortalecer o esporte da Capital. Novas ações serão apresentadas na próxima semana.

VISITA

O major Gentil, Instrutor-Chefe do NPOR do 15 BIMTz, visitou ontem,  a diretora de jornalismo do Correio da Paraíba, Sony Lacerda. Apresentou projetos que desenvolve no esporte e no social. Foi uma conversa produtiva. O major Gentil mostrou mais uma vez, o seu interesse de fazer o bem sem olhar a quem.Vem aí parcerias importantes.

11 . Mai . 2018

Aqui tá bom demais

Em: Coluna

Como recebe um tratamento vip no Botafogo independente de resultados, e como as chances de demissão são mais remotas do que se estivesse no comando do Náutico, o técnico Leston Júnior decidiu permanecer em João Pessoa para tentar tornar realidade o sonho da Série B na próxima temporada. Foi uma decisão acertada e tanto, pois é melhor um passarinho na mão do que dois voando.

Agora que decidiu cumprir o contrato com o Botafogo, Leston Júnior trabalha sem maiores problemas para encarar o desafio de domingo, contra o Remo, no Almeidão. Mais uma vez entra em campo com a obrigação de vencer já que vai jogar em casa, com apoio da torcida e vem de uma derrota para o ABC na Série C.

Quem disputa uma competição como a Série C não pode pensar em perder pontos em casa. Se fluir por outro caminho pode ter certeza que vai sentir a mesma dor que o Botafogo sentiu no ano passado, quando na última rodada foi decidida a sua permanência na competição deste ano. A caminhada é difícil e é assim que o elenco comandando por Leston Júnior precisa entender para evitar um novo vexame na Série C.

Como está fora da Copa do Nordeste e da Copa do Brasil, o Botafogo está com mais tempo para treinar e ninguém do elenco pode usar o cansaço como desculpa na hora do resultado adverso. Agora todo mundo tem que jogar mais e fazer a torcida feliz. Chega de desculpas infudadas, pois o torcedor está atento a tudo e a todos. A realidade atual exige futebol e com qualidade.

Corrida da Infantaria

O Major Gentil, que está na coordenação da Corrida da Infantaria, avisa que a inscrição somente é válida com a entrega de dois quilos de alimentos na Loja Adidas, no Manaíra Shopping ou no Sesc Centro. Somente assim o atleta receberá o kit da corrida nos dias 25 e 26.

Positivo

No dia 17 o Major Gentil estará realizando um ensaio com as assessorias, com largada às 6h, no Busto de Tamandaré, na Praia de Tambaú. Na oportunidade será traçado todo o percurso das provas. A largada oficial da Corrida da Infantaria está marcada para o dia 27. O Major Gentil está animado com a movimentação das inscrições e acredita que o evento será um sucesso.

Negativo

E tem umas figurinhas carimbadas na crônica esportiva que agora estão tentando jogar a diretoria do Botafogo contra alguns profissionais da imprensa. Sinceramente, os tempos mudaram e fica difícil de acreditar em alguns colegas que desconhecem o verdadeiro papel do repórter. O pior de tudo é que tem dirigente despreparado que entra no jogo e acaba queimando a imagem do clube que também depende da imprensa.

Taça Brasil

O Clube dos Oficiais está trabalhando para sediar a Taça Brasil de Futsal sub-7, em julho, na Capital. Como o evento exige um grande investimento, a diretoria espera contar com a força de patrocinadores. Paralelamente, o técnico Leucinho já trabalha com a garotada.

No foco

O piloto Léo Barbosa é só motivação e confiança para 2018. Continua com o firme propósito de se transferir para a Europa para tornar realidade o sonho de disputar a Fórmula 1. Talento ele tem. Só falta a força de patrocinadores para bancar as despesas.

Sérgio Meira

O vice-presidente da Apcef-PB, Sérgio Meira (D), ficou entusiasmado com a presença da comitiva alemã comandada pelo executivo Dieter Elsner, em João Pessoa. Veio renovar o convite de intercâmbio esportivo e cultural que tem como lema “Tempo de fazer amizades”. Em 2019 a delegação da Apcef-PB estará na Alemanha mais uma vez.

10 . Mai . 2018

Eterno campeão de audiência

Em: Coluna

Comecei no jornal Correio da Paraíba em 1992, dividindo ações na editoria de esportes com Ivan Bezerra. Tempo bom que não volta mais. Aprendi muito com o campeão de audiência, que nos deixou nesta quinta-feira (10) causando uma imensa tristeza no cenário esportivo da Paraíba, onde fez grandes amizades e ensinou a muita gente a verdadeira essência do jornalismo sério e profissional.

Não tinha tempo ruim para Ivan Bezerra. Estava sempre animando a nossa redação e a palavra de ordem era produzir notícias com seriedade. Todos, mas todos mesmo, gostavam do barulho que Ivan Bezerra fazia, principalmente na reta final do fechamento do jornal. O campeão de audiência agora é saudade, mas deixa um grande legado para todos nós.

Lembro de uma passagem de Ivan Bezerra como técnico do time da Acep.  Na preleção com nossa equipe reunida: " Gente, não tem mistério. Todos sabem o que fazer. Nada de inventar. Vamos repetir o esquema do jogo passado e tudo bem". Marcondes Brito pediu a palavra e disse: " Ivan, perdemos a última partida". Foi o fim da preleção com um festival de risos.

E ao longo dos anos, jogando pela Acep e trabalhando no jornalismo esportivo, só tenho que agradecer sempre pelos ensinamentos de Ivan Bezerra. Bizerrinha, com dizia Alencar Medeiros, ou Buranha como fala Pires de Camargo, estará sempre na nossa memória. Afinal de contas, foram momentos de muito aprendizado e alegria.