Top Post

26 . Jun . 2013

Na força

Em: Coluna

Nada de favoritismo e sapato alto. O Brasil tem que jogar bola mesmo para superar a força do Uruguai no confronto de hoje à tarde e se garantir na final da Copa das Confederações. O adversário já mostrou em diversas circunstâncias que é bom e deve ser respeitado pelos brasileiros quando a bola rolar em Belo Horizonte.

Sábado passado, no Restaurante Picuí Praia, em Manaira, fizemos uma rápida enquete com alguns torcedores e amigos e no final muita gente se mostrou preocupada com essa queda de produção que o time comandado por Felipão vem apresentando no segundo tempo. Isso tem que acabar hoje, para o time poder se credenciar de verdade como forte candidato ao título da Copa das Confederações.

O Brasil tem melhorado em alguns setores sim, mas o próprio Felipão não esconde que o time precisa evoluir mais para se fortalecer no projeto voltado para a Copa do Mundo do próximo ano. Nem tudo está acontecendo como ele e a torcida desejam, mas na base da superação os resultados estão chegando. Pelo menos isso anima e até motiva os jogadores que estão recebendo o maior apoio do treinador.

Além da força do Felipão, as vozes das arquibancadas também estão favorecendo a Seleção Brasileira. Como a torcida está apoiando, dentro de campo os jogadores estão se transformando em verdadeiros guerreiros e os resultados estão acontecendo. Agora resta esperar pelo crescimento do time no jogo de hoje, para que a vaga na final seja garantida e no domingo seja o que Deus quiser.

 

Vôlei no COPM/BM

Muito bom o trabalho de iniciação que o professor Riceler Waske vem fazendo com o vôlei de praia no Clube dos Oficiais da Polícia e Bombeiro Militar da Paraíba. As matrículas continuam abertas para alunos e alunas de todas as idades. Os contatos podem ser feitos pelos telefones 3218 8023 e 8802 6121. O presidente do COPM/BM, Coronel Francisco de Assis, está dando uma grande apoio ao professor Riceler Waske que tem uma larga experiência nessa modalidade.

Positivo

As escolas do Estado receberam material esportivo suficiente e de qualidade para as atividades de educação física e para a fase de preparação e realização dos Jogos Escolares da Paraíba. O professor José Geraldo foi quem coordenou as ações e acredita que em 2013 a educação física da Paraíba vai ganhar muito mais. Aliás, pela experiência que tem, José Geraldo vem fazendo um belo trabalho pelo fortalecimento da educação física estadual.

Negativo

E tem umas figurinhas carimbadas que não trabalham e ainda tentam atrapalhar quem tem ações positivas no esporte paraibano. Esse filme é antigo e as figurinhas carimbadas estão sempre antenadas para praticar o mal. Quase sempre estão perdendo tempo e espaço, pois falta credibilidade na maioria das informações. Sem se falar que técnicos, dirigentes e atletas estão vacinados contra as figurinhas carimbadas de plantão.

No Foco

O diretor do Colégio Motiva, professor Karamuh Martins, queria o título de campeão, mas o segundo lugar conquistado no Campeonato Brasileiro de Handebol Feminino, categoria cadete, agradou. Além da bela campanha, o técnico do Motiva, Isaias Oliveira, foi convocado para integrar a comissão técnica da Seleção Brasileira e as atletas Mariah Oliveira e Mahane Martins foram escolhidas para a seleção do campeonato. Ponto para o handebol do Apcef-Motiva que valorizou mais uma vez a marca do esporte paraibano em nível nacional.

Apcef-PB no esporte

O presidente da Apcef-PB, Carlos Espínola, também ficou satisfeito com o bom desempenho do elenco da Apcef-Motiva nas disputas do Campeonato Brasileiro de Handebol Feminino. Para Carlos Espínola o segundo lugar conquistado mostra que o handebol paraibano vive mesmo uma fase positiva. Agora Carlos Espínola e toda a diretoria da Apcef concentram as atenções nos Jogos das Apcefs que acontecerão no mês de agosto, em Teresina. Todas as equipes estão intensificando a fase de preparação na sede da entidade no Altiplano Cabo Branco.

Muito bom

Enquanto o presidente Nelson Lira trabalha para fechar as contratações para o restante das disputas da Série D do Campeonato Brasileiro, o elenco trabalha forte visando o jogo do dia 7 contra o CSA, em Maceió. Durante o São João ninguém relaxou e a comissão técnica pegou pesado com o grupo, principalmente com os novatos que ainda estão buscando a melhor forma. Se quer mesmo chegar à Série C de 2014 o Botafogo tem que trilhar mesmo por esse caminho.

Valdeno Brito

O paraibano Valdeno Brito Filho é só otimismo para as provas do segundo semestre na Stock Kar. Ele espera por um melhor rendimento do seu carro e consequentemente a conquista de importantes resultados para entrar forte na briga pelo título da temporada. Valdeno Brito Filho é mais um guerreiro do esporte paraibano que brilha no cenário nacional. Tem talento de sobra e uma carreira vitoriosa.