Top Post

15 . Mai . 2013

Cássio e a tal dinâmica da política (na Paraíba)

Em: Coluna

Certa vez, em entrevista concedida à TV Master, o senador Cássio Cunha Lima revelou que, logo após sua cassação, em fevereiro de 2009, muita gente de seu convívio enquanto governador da Paraíba passou a desprezá-lo, em decorrência daquela decisão da Justiça Eleitoral. Foi quando, então, ele decidiu ‘refugiar-se’ na Terra do Tio Sam.


De lá pra cá, passaram-se pouco mais de quatro anos e, como num toque de mágica, o cenário inverteu-se completamente. Considerado peça fundamental na vitória do governador Ricardo Coutinho em 2010, Cássio hoje é senador da República e figura política ‘bajulada’ até por quem tanto o desprezou e agrediu.

Antes de cassado, Cássio foi alvo de uma perseguição implacável por muita gente que hoje enxerga nele a única alternativa de apear o poder das mãos do governador Ricardo Coutinho.

O que se sabe nos bastidores do poder é que certas ‘figurinhas carimbadas’ da política e do jornalismo não fazem outra coisa durante o dia a não ser maquinar estratégias que posam ‘apimentar’ a relação entre Ricardo e Cássio. No fundo, o objetivo não é nem aguçar o temperamento dos dois líderes, mas sim atiçar os ‘exércitos’ que ambos comandam.

Um amigo alheio ao dia-a-dia da política, mas admirador declarado de Cássio, ao encontrar-me certo dia, desqualificou o comportamento de alguns políticos que antes “metiam o pau” no senador e que hoje vivem o “adulando”.

- Você que é metido em política me explique, por favor, como, de uma hora pra outra, gente como Manoel Júnior, Fernando Milanez, Vitalzinho, Trocolli Júnior, Anísio Maia, Frei Anastácio e até mesmo Maranhão passou a adular Cássio? Não era esse mesmo povo que vivia metendo o pau quando ele era governador? - questionou-me o amigo.

Sem me deixar responder, ele sacou outra pergunta em seguida:

- A agora como jornalista, me explique, por favor, por que aqueles caras que viviam criticando Cássio no rádio, na TV, no Jornal e nos blogs agora vivem enaltecendo o trabalho dele? Quer dizer que só agora esse povo descobriu que Cássio é a maior liderança política do nosso Estado?

- É a tal dinâmica da política - respondi ao amigo ‘cassista’ para em seguida mudar de assunto...

Rápidas & Diretas

- A ex-secretária de Saúde da Capital, Roseana Meira, não gostou nada de terem atribuído à gestão dela o surgimento da ‘fila do osso’ do Trauminha de Mangabeira.

- Por falar em Roseana, ela deve mesmo se candidatar a deputada estadual no próximo ano. Como a Coluna antecipou dias atrás, ela já anda arregimentado apoiadores.

- O vereador Djanilson da Fonseca, o popular ‘Faca Cega’ (PPS), está ‘bem na fita’ com os moradores do Jardim Cidade Universitária, em João Pessoa

- É que graças à persistência de ‘Faca Cega’, a Prefeitura iniciou a pavimentação da Rua Rejane Freire, uma das principais vias do Jardim Cidade Universitária.

- Pelo menos dois deputados estaduais do PEN devem deixar a legenda. Andam preocupados com a decisão do TRE-PB de negar ao partido acesso à propaganda eleitoral gratuita em 2014.

- Ainda sobre o PEN, informações dão conta de que o deputado estadual Ricardo Marcelo dificilmente vai se aventurar na disputa pela senatória em 2014. Deve concorrer a reeleição.

- O prefeito de Bayeux, Expedito Pereira (PSB), deve mesmo apoiar a candidatura da secretária Estela Bezerra (PSB) a deputada estadual no próximo ano.

- Quem também deve apoiar Estela é o ex-vereador Marquinho É 10 (PRB), que por pouco não venceu a disputa pela Prefeitura da cidade de Pitimbu, no ano passado.

- O vereador Zezinho Botafogo (PSB) bateu o martelo e decidiu concorrer a uma das cadeiras reservadas à Paraíba na Câmara dos Deputados.

A pergunta que não quer calar...
E se a tese levantada por alguns advogados prevalecer no âmbito da Justiça e o ex-prefeito Veneziano Vital do Rego ficar inelegível, quem será o candidato do PMDB ao Governo da Paraíba em 2014?