Top Post

28 . Fev . 2013

Porque querem tanto o rompimento de RC e CCL

Em: Coluna

Quem esperava um 2013 de pouca política e de muito trabalho na Paraíba, pode ir logo tirando o cavalinho da chuva. O ano mal começou e o moído político já domina o noticiário. Atentem que, do final de 2012 pra cá, a pauta - obviamente instigada pela oposição - gira em torno de um possível rompimento entre o governador Ricardo Coutinho e o senador Cássio Cunha Lima.

O veneno lançado pela oposição e difundido por setores da imprensa parece que vem surtindo certo efeito, pois, a cada instante que surge um sinal de rusga na relação política entre o governador socialista e o senador tucano, ricardistas e cassistas acabam entrando no jogo e, literalmente, batendo cabeça.

A melhor análise sobre a estratégia utilizada pela oposição foi feita recentemente pelo vice-prefeito de Campina Grande, Ronaldo Cunha Lima Filho, irmão de Cássio e aliado de Ricardo. Para ele, a oposição colocou na cabeça que o caminho mais fácil para tentar derrotar o governador nas urnas em 2014 é o afastando do seu irmão. “Não podemos entrar nesse jogo”, bradou Ronaldinho.

O alerta do irmão mais velho de Cássio faz mesmo sentido. Afinal, unidos, Ricardo e Cássio podem governar a Paraíba por muitos anos. Por outro lado, separados, poderão apenas contribuir com os planos da oposição, que quer, a todo o custo, retornar ao poder no Estado.

As projeções feitas por aliados de Ricardo e Cássio que não se deixam contaminar pela boataria divisionista espalhada pela oposição são fáceis de entender: Em 2014, RC iria para a reeleição com um vice indicado por CCL. Em 2018, por sua vez, Cássio disputaria o Governo do Estado, com Ricardo concorrendo ao Senado e indicando o vice, possivelmente Estela Bezerra, que em 2014 deverá disputar uma vaga na Assembleia Legislativa.

Essas e outras projeções são apenas algumas das inúmeras que norteiam os bastidores da nossa política, mesmo em um ano onde o foco deveria ser apenas o trabalho.

Rápidas & Diretas

- Informações obtidas pela Coluna dão conta de que a ex-secretária de Saúde de João Pessoa, Roseana Meira, já se movimenta para disputar uma cadeira na Câmara Federal em 2014.

- Pelo que a Coluna conseguiu apurar, Roseana Meira já estaria até arregimentando cabos-eleitorais na periferia de João Pessoa. Ela deve se filiar ao PT ou ao PPS, já que foi expulsa do PSB,

- O vereador Zezinho Botafogo está mesmo disposto a alçar voos mais altos na política. Bateu o martelo e decidiu disputar um mandato de deputado estadual em 2014 pelo PSB.

- Quem também deverá concorrer a uma cadeira no Legislativo Estadual nas eleições de 2014, é o atual superintendente da Suplan e secretário do PAC no Governo RC, Ricardo Barbosa.

- O governador Ricardo Coutinho não ficou nada satisfeito em saber que o atual prefeito da cidade de Lucena, Marcelo Monteiro (PSB), estaria disposto a apoiar a reeleição do deputado estadual Edmilson Soares (PEN), em 2014.

- Edmilson, que se elegeu deputado em 2010 pelo PSB, trocou a legenda socialista no ano passado pelo partido comandado por Ricardo Marcelo, atual presidente da Assembleia Legislativa.

- A cúpula estadual do Democratas não anda nada satisfeita com o comportamento do vereador Bosquinho, presidente da legenda em João Pessoa.

- Bosquinho, ao contrário do neófito vereador Lucas Brito, decidiu integrar a bancada do prefeito petista Luciano Cartaxo na Câmara Municipal da Capital.

- Os democratas contrários ao apoio de Bosquinho a Cartaxo alegam que o PT é o principal adversário do partido em nível nacional. Problemas à vista para Bosquinho...

- A Coluna ainda não desvendou como, mas o fato é que o suplente Edvaldo Rosas (PSB) vai assumir em breve a titularidade do mandato de deputado federal.

A pergunta que não quer calar...
Depois de tantos desmandos administrativos comprovados, será que o ex-prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rego conseguirá ter as contas de sua gestão aprovadas pelo TCE-PB?