Top Post

16 . Nov . 2018

Agora é correria

Em: Coluna

Tudo de última hora, com pendências, improvisos e muitas indefinições. É assim que está sendo planejado o Campeonato Paraibano de 2019 com alguns dirigentes querendo levar vantagem sem levar em consideração o nível técnico da competição. A maioria pensa com amadorismo e com base em fórmulas ultrapassadas, em época que se exige um produto atrativo para que o torcedor possa lotar os estádios.

A discussão sobre o Campeonato Paraibano começou em cima de muita pressão e ninguém sabe quando terá o seu término, até porque os campos colocados a disposição da Federação Paraibana de Futebol com certeza não atenderão as exigências do Estatuto do Torcedor. Aí o Ministério Público vai entrar em ação de novo, o que vai resultar em atrasos para que a disputa possa acontecer sem maiores problemas a partir de 12 de janeiro e em 14 datas.

O filme é antigo. Faz tempo que se tenta tratar o futebol paraibano com profissionalismo, mas os resultados não são nada animadores. O problema está na falta de um planejamento inteligente. Essa decisão de deixar tudo para a última hora sempre gera prejuízos e atrasos. A nova presidente da FPF, Michelle Ramalho, assumiu o comando prometendo mudanças radicais na estrutura do futebol, mas tudo indica que ficará somente na vontade.

Agora que o tempo avançou, só resta esperar que o bom senso prevaleça e que as providências aconteçam de forma mais acelerada. Quais os campos que estão em condições de jogo para 2019? A FPF precisa saber com urgência, já que o início do Paraibano foi marcado para o dia 12 de janeiro e com 14 datas. Ninguém acenou com a primeira vistoria e isso gera muito transtorno, já que nem todos serão liberados.

No campo do Santos

A Escolinha de Futebol do Clube dos Oficiais vai jogar neste sábado, contra o Santos, reunindo alunos entre 5 e 14 anos. As atividades começam a partir das 7h30, no CT do Santos, no conjunto Ernesto Geisel. Os times estão motivados para a programação esportiva.

Positivo

Antes da primeira reunião do Conselho Arbitral, o presidente do Botafogo, Sérgio Meira, convidou os dirigentes de clubes para um debate preliminar visando a construção de um Campeonato Paraibano rentável em todos os segmentos. A iniciativa de Sérgio Meira foi alvo de elogios, pois mostrou interesse em realizar uma disputa de qualidade analisando propostas de todos os filiados.

Negativo

Apesar da ação positiva do presidente do Botafogo, Sérgio Meira, ainda tem dirigente batendo cabeça sobre a melhor proposta para o Campeonato Paraibano de 2019. Por incrível que pareça, antes mesmo do debate começar, tinha umas figurinhas carimbadas querendo alimentar divergências, esquecendo que a torcida quer uma competição de qualidade, dentro e fora do campo.

Saudade

No céu brilha mais uma estrela do esporte paraibano. Quem nos deixou no último final de semana foi o médico e tenente-coronel da Polícia Militar, Alexandre Guimarães. Morreu praticando voleibol, o esporte que mais gostava, numa etapa do Brasileiro, em Saquarema-RJ. Pedimos a Deus que conforte toda a família.

No foco 

O ex-secretário de Esportes de João Pessoa, Guto Clerot, confirmou presença no Prêmio Melhor do Esporte, em dezembro, no Cabo Branco. Guto Clerot continua trabalhando pelo crescimento do esporte de João Pessoa.

Interser

O projeto do Instituto Janeth Arcain, com atividades em João Pessoa, também recebe o apoio da Clínica Interser, que acredita na força do esporte e estimula o crescimento do basquete na Paraíba. O apoio foi confirmado pela diretoria da Interser, representada por James Schmidhäussler e Cláudia Franca.