Top Post

01 . Jan . 2017

Que venha 2017

Em: Coluna

Nunca se ouviu falar tanto em crise como em 2016. Os desmandos na política e na economia acabaram atrapalhando a vida de quem faz esporte por amor. Os pequenos centros foram os que sofreram mais, pois o dinheiro desapareceu e com isso faltou patrocínio para os eventos. Os atletas também pagaram caro, já que sem apoio ficou difícil de cumprir o calendário nacional.

A Paraíba também sofreu com a crise que se instalou em 2016, pois quem dependeu da força de patrocinador ficou impossibilitado de cumprir o que planejou. Os atletas foram os mais prejudicados, assim como os técnicos que trabalharam em cima de um calendário nacional e pouco se cumpriu ao longo do ano por conta dos cortes das verbas destinadas ao esporte.

Mesmo com crise e com cortes de verbas, a Paraíba ainda conquista importantes resultados no futsal, na natação, na luta olímpica, na musculação, no judô e no karatê interestilos. Atletas e técnicos foram guerreiros na superação dos obstáculos na busca dos ideais. Os paratletas também acumularam prejuízos, mas brilharam. E assim estamos chegando ao final do ano, mais uma vez com a esperança de que melhores dias virão.

Eu acredito que o melhor remédio para a crise é trabalhar. Ouvi isso numa mesa de amigos no Picuí Praia e é verdade. Por isso mesmo vamos refletir sobre 2016, buscar saídas, planejar e trabalhar mais. Tenho certeza que assim 2017 será bem melhor. É preciso ter fé sim, e acreditar que tudo é força e só Deus é poder. Que venha um ano novo com paz, saúde e melhores dias para o esporte paraibano.

Feliz Ano Novo

Aos amigos de fé, verdadeiros e que amam fazer o bem, um Feliz Ano Novo. Obrigado por todas as mensagens recebidas. Que em 2017, Deus possa iluminar a nossa caminhada, fazendo o bem sem olhar a quem. Paz, saúde e prosperidade para toda a Legião do Bem.

POSITIVO

O presidente do Sousa, Aldeone Abrantes, está feliz com o lançamento do novo material para a temporada 2017. A procura é boa e motiva a diretoria para o ano novo, contando com a força dos patrocinadores e o apoio dos torcedores. O Sousa vem se organizando em cima de um planejamento inteligente e promete fazer a diferença quando a bola rolar. Aldeone Abrantes é só otimismo com a sua diretoria.

NEGATIVO 

E as figurinhas carimbadas que trabalham contra o esporte e têm inveja de quem zela pela transparência e responsabilidade, estão terminando o ano navegando no mar das lamentações, pois ficaram no prejuízo quando tentaram fazer o mal. Perderam tempo, espaço e a credibilidade já desgastada por faltarem com a verdade. Em 2017, a maioria vai sair de cena, com certeza.

Apcef-PB

Ontemn noite, teve réveillon na sede da Apcef-PB, no Altiplano Cabo Branco. Mas antes de entrar no clima de festa, o presidente da entidade, Carlos Espínola, discutiu com os seus diretores, ações que serão colocadas em prática nas sedes de Patos e Campina Grande. Vem novidades por aí.

NO FOCO

Giovana Campos, atleta do Clube dos Oficiais, fecha 2016 em primeiro lugar no ranking nacional nos nados costa e borboleta. Para a temporada 2017, essa garota de 8 anos promete novas conquistas. Ponto para o COPM-BM.

DESTAQUE

No Brasileiro Máster de Voleibol de Praia, realizado em Saquarema-RJ, destaque para a dupla paraibana Alexandre Guimarães/Zeno Firmino, que conquistou o título nacional, na categoria de 59 +. Esta competição reúne os jogadores de voleibol máster representantes de todos os estados do Brasil. Parabéns para a dupla.