Top Post

29 . Nov . 2016

Uma pausa no sonho

Em: Brasil

Que susto! A euforia que tomava conta da Chapecoense após a classificação para a grande decisão da Copa Sul-Americana, fato inédito na história do clube, foi interrompida por uma tragédia na madrugada desta terça-feira, quando o grupo seguia viagem para Colômbia. O avião que transportava a delegação, para Medellín, local do primeiro jogo da decisão da competição, desapareceu do radar e sofreu um acidente em Cerro Gordo, próximo da cidade de La Unión.

Desde as primeiras horas da madrugada que as notícias sobre o acidente começaram a circular. No avião estavam 72 pessoas incluindo a delegação da Chapecoense e mais nove tripulantes. O local em que o acidente caiu é de difícil acesso, mas as equipes de busca trabalham intensivamente contando com a ajuda de voluntários. O acidente gera comoção em todo o país e já tem repercussão internacional. Até esse momento não existe nenhum registro de morte, o que tranquiliza torcedores e familiares de jogadores, comissão técnica e dirigentes. Da imprensa 21 profissionais, a maioria de Chapecó, acompanhava a comitiva.

O momento é de extrema tristeza e comoção na cidade de Chapecó, onde já existe uma mobilização de esperança para que se registre o número máximo de sobreviventes. O lateral Alan Ruschel foi o primeiro sobrevivente a chegar ao hospital, de forma consciente, mas com certeza abatido por conta da insegurança sobre quem na realidade sairá com vida do acidente que fez a Conmebol suspender o primeiro jogo decisivo que estava marcado para amanhã, em Medellín.